Conheça Todos os Benefícios da Laranja

Beneficios da Laranja para a Saude
As laranjas frescas são pobres em calorias e são uma boa fonte de fibra, de potássio e de vitamina C. Esta é necessária para manter saudáveis as gengivas, dentes e ossos e para cicatrizar feridas. A vitamina C é um potente antioxidante; intensifica a acção da vitamina E, ajuda na absorção de ferro e nas funções imunológicas. As laranjas também contêm quantidades importantes de folato, uma vitamina do complexo B que proporciona um efeito protector útil durante a gravidez. Além disso, as laranjas (e outros frutos relacionados) são uma fonte primária de betacriptoxantina na dieta. A betacriptoxantina é um carotenóide, diferente da provitamina A, com propriedades antioxidantes. Este ajuda a diminuir o risco de contrair cancro e doenças cardiovasculares. Todos os citrinos contêm o flavonóide taxifolin, um fitoquímico com propriedades antioxidantes.
Tradições Populares
As laranjas são muito ricas em sais minerais, potássio, cálcio e fósforo e em vitaminas A, C e B. Auxiliam a resistir à fatiga, são desinfectantes e favorecem a fixação do cálcio. Actuam contra doenças como o reumatismo, a gota, a obesidade e os estados gripais. A laranja é muito pobre em calorias, apenas 44 calorias por 100 gramas, o que a torna recomendável para as pessoas em dieta. As laranjas são digestivas e as tisanas feitas com flores e folhas são úteis para a tosse seca, os nervos, as dores de estômago e a insónia. A laranja é uma das frutas e hortaliças mais rica em vitamina B; a primeira posição é ocupada pelo tomate, a que se segue o limão. A vitamina B protege os nervos, abre o apetite e estimula as secreções digestivas, regula as oxidações que se produzem nas nossas células e regula a absorção dos alimentos, especialmente os hidratos de carbono e as gorduras.
Outra vitamina de enorme importância encontrada na laranja é a vitamina C, também chamada anti-escorbútica porque a carência desta vitamina na alimentação provoca escorbuto. A laranja é uma boa fonte de fibra. A fibra da laranja provoca uma descida moderada dos níveis de colesterol, como se demonstrou num estudo realizado sobre vários humanos em que se administrou uma dieta enriquecida em fibra (45,1 g/dia) e se comparou com uma dieta normal (21,2 g/dia) que serviu de controlo. As fibras cítricas têm a característica de reter água, pelo que são muito utilizadas na indústria para elaborar uma larga gama de alimentos , como produtos à base de carne, molhos e espessantes para iogurtes e gelados. Podem mesmo chegar a substituir alguns ingredientes como farinha, gorduras ou óleos. A laranja também é rica em flavonóides (metabolitos secundários das plantas) que possuem diversas propriedades, nomeadamente actividade anti-alérgica e anti-inflamatória. Alguns flavonóides têm actividade anticarcinogénica, dado que mantêm a integridade celular e protegem da degeneração celular. Outra propriedade muito importante dos flavonóides é o seu carácter antioxidante. Em geral, os compostos antioxidantes exercem um efeito protector mediante a inibição das reacções de oxidação, reacções essas que se produzem diariamente nas nossas células em resultado da sua actividade fisiológica. Os processos de oxidação podem produzir danos nas paredes vasculares dos vasos sanguíneos, pelo que podem acelerar o aparecimento de doenças e provocar trombose.
Convém recordar que as laranjas não se devem espremer com antecedência, uma vez que em contacto com o ar a vitamina C oxida-se e perde as suas propriedades. Se a casca vai ser utilizada para enfeitar ou confeccionar algum prato, é conveniente lavar as laranjas com água quente e esfregá-las com cuidado para eliminar pequenas doses de substâncias protectoras que são aplicadas pelos produtores.



Comentários